Impostos para quem tem carro no Brasil – Saiba quanto você vai pagar em taxas!

Impostos de Veículos

Todos os veículos automóveis no Brasil estão sujeitos a um imposto de propriedade obrigatória (imposto sobre propriedade de veículos automóveis-IPVA). Este montante é pago anualmente; o mês em que deve ser pago corresponde ao algarismo final do número de matrícula do veículo. É pago em atraso e não no ano seguinte. O processo é referido como licenciamento, e para obter a declaração de imposto de estrada o motorista deve pagar quaisquer multas pendentes por Estacionamento ou excesso de velocidade.

Impostos de Veículos

Imposto sob Propriedade de Veículo Automotor

Este imposto é calculado sobre o valor do veículo e é cobrado pelo Estado, embora o município em que o carro está registado também recebe dinheiro. O dinheiro é usado a nível estadual e municipal para fins gerais. Ou seja, não é porque é coletada a partir do Detran que o dinheiro será obrigatoriamente destinado a construção, fiscalização e manutenção de ruas e rodovias.

A via do documento pode ser retirada pela Secretaria da Fazenda de cada estado, que é o órgão administrador do dinheiro. Para saber como emitir a guia confira o link: ipva.org

Quando o pagamento for devido, o proprietário do carro receberá uma carta do Departamento de transportes do Estado brasileiro (Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN), indicando o montante devido e a data de vencimento. Esta carta terá de ser levada ao banco que está a financiar o carro se o proprietário tem um empréstimo pendente, ou na maioria dos casos, ao banco com o qual o proprietário tem uma conta. Alguns bancos oferecem a opção de pagar o IPVA em três pagamentos mensais, e em alguns estados do Brasil é possível pagar em parcelas mensais.

Atualização do certificado de registro e Licenciamento anual veículos (CRLV)

O proprietário do veículo terá de apresentar o seu documento de licença de Veículo (Certificado de Registro e Diploma do Veículo – CRLV) ao efetuar o pagamento IPVA. Uma vez efetuado o pagamento, a declaração enviada pela DETRAN será carimbada e deve ser conservada com os outros documentos do veículo no carro, ao conduzir, para indicar que o IPVA foi pago. O não pagamento do IPVA implica uma multa. Um CRLV atualizado é enviado através do post pelo DETRAN local.

Quando o proprietário dizer a renovação do CRLV receberá em casa uma nova versão do documento, atualizada com a data. Isso tornará a propriedade regular e se for parado numa blitz indicará ao policial ou autoridade que nada consta com aquele veículo. Entretanto, andar com o documento vencido pode ser motivo para ter o veículo apreendido e pagar altas multas para conseguir fazer a propriedade sair do pátio do Detran.

DPVAT

O sistema de imposto rodoviário Brasileiro inclui um sistema de seguro mínimo automático de terceiros conhecido como DPVAT (danos pessoais causados por veículos rodoviários/danos pessoais causados por veículos automóveis de viagens terrestres). Isto é por vezes referido como Seguro Obrigatório, ou seguro obrigatório. Isto garante que todos os veículos têm cobertura mínima de terceiros e que as vítimas de acidentes rodoviários receberão danos ou indemnizações por lesões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *